h1

Etapa 10 – Viseu (30.8KM)

16 de Agosto de 2009

É a etapa da despedida desta edição da Volta a Portugal, é um Contra-relógio na bela cidade de Viseu, situada nas Beiras.

Viseu

Viseu

Viseu

Viseu é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Viseu, na região Centro e subregião de Dão-Lafões com 47 250 habitantes, sendo por isso a terceira maior e mais populosa cidade no Centro de Portugal, a seguir a Coimbra e Aveiro.

É sede de um município com 507,10 km² de área, com 34 freguesias e 100 167 habitantes segundo os últimos dados do INE de 2008 O município é limitado a norte pelo município de Castro Daire, a nordeste por Vila Nova de Paiva, a leste por Sátão e Penalva do Castelo, a sueste por Mangualde e Nelas, a sul por Carregal do Sal, a sudoeste por Tondela, a oeste por Vouzela e a noroeste por São Pedro do Sul.

Para além de sede de distrito e de concelho, Viseu é igualmente sede de Diocese e de Comarca. Alberga inúmeros serviços estatais.

Segundo um estudo da DECO de 2007, Viseu é a 17ª melhor cidade europeia, entre as 76 do estudo, sendo ainda a melhor das 18 cidades capitais de distrito portuguesas com melhor qualidade de vida, quando inquiridas as populações destas cidades. .

Viseu tem uma posição central em relação ao Distrito e ao Município, localizando-se no designado “Planalto de Viseu”.

É envolvida por um sistema montanhoso, constituído a norte pelas Serras de Leomil, Montemuro e Lapa, a noroeste a Serra do Arado, a sul e sudoeste as Serras da Estrela e Lousã, e a oeste a Serra que mais directamente influencia esta área, a do Caramulo. O município caracteriza-se por uma superfície irregular com altitudes compreendidas entre os 400 e os 700 m.

Viseu norte Visto de Santa Luzia.

Situado numa zona de transição, o concelho apresenta um conjunto de microclimas. A Serra do Caramulo, localizada a oeste do Concelho, assume um papel de relevo em termos climáticos, ao atenuar as influências das massas de ar de oeste (embora o vale do Mondego facilite a sua penetração). Assim, o clima de Viseu caracteriza-se pela existência de elevadas amplitudes térmicas, com Invernos rigorosos e húmidos e verões quentes e secos.

A maior extensão do município é composta por granitos, sendo esta rocha a principal responsável na formação dos solos existentes. Em menor percentagem ocorrem formações quartezitas e gneisses do pré-câmbrico e arcaico.

Fonte: Wikipedia

Mapa do CR de Viseu

Classificação do CR:

Classificação da 10ª Etapa_Geral Individual

Classificação da 10ª Etapa_Equipas


Classificação Após a 10ª Epata, é também a classificação desta 71ª Volta a Portugal

Classificação Geral Individual_Etp10

Classificação Geral Montanha e Juventude_Etp10

Classificação Geral Pontos_Etp10

Classificação Geral Equipas_Etp10

Fica assim encerrada a 71ª Volta a Portugal, como nova vitória de Nuno Ribeiro, 6 anos depois de ter ganho uma Volta a Portugal.

Foi uma prova muito emocionante, e com um vencedor que se foi desenhando ao longo da prova, e que para muitos foi uma surpresa.

Da minha parte, até para o ano, para a 72ª Volta a Portugal em Bicicleta.

Obrigado a todos os visitantes.

Anúncios
h1

Etapa 9 – Oliveira do Bairro – Seia Torre (154.60KM)

15 de Agosto de 2009

Etapa com a extensão de 154.60Km, que nos leva do Litoral ao ponto mais alto de Portugal Continental, é outra meta clássica, a Serra da Estrela, vamos conhecer em detalhe:

Oliveira do Bairro

Oliveira do Bairro

Oliveira do Bairro

Oliveira do Bairro é uma cidade portuguesa, situada no Distrito de Aveiro, região Centro e subregião do Baixo Vouga, com cerca de 3 077 habitantes.

É sede de um pequeno município com 87,28 km² de área e 21 164 habitantes (2001), subdividido em 6 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Aveiro, a nordeste por Águeda, a sueste por Anadia, a sudoeste por Cantanhede e a oeste por Vagos.

O feriado municipal é no Dia da Ascensão.

Fonte: Wikipedia

Seia

Serra da Estrela

Serra da Estrela

Seia é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito da Guarda, Região Centro e subregião da Serra da Estrela, com cerca de 5 702 habitantes. É a maior cidade da subregião da Serra da Estrela e segunda maior cidade do Distrito da Guarda, pertence à grande área metropolitana de Viseu e fica sensivelmente equidistante entre as cidades da Guarda e Viseu. É neste concelho que se situa o ponto mais elevado de Portugal Continental e o segundo ponto mais alto de todo o país, apenas atrás da Montanha do Pico, nos Açores.

É sede de um município com 435,92 km² de área e 28 145 habitantes (2001), subdividido em 29 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Nelas e Mangualde, a nordeste por Gouveia, a leste por Manteigas, a sueste pela Covilhã, a sudoeste por Arganil e a oeste por Oliveira do Hospital. Neste município está localizado o ponto mais alto de Portugal continental, a Torre, na Serra da Estrela, com 1.993 metros de altitude. O concelho de Seia abrange uma grande parte da Serra da Estrela e é também o único de Portugal onde existe uma estância de esqui natural, a Estância de Esqui Vodafone, localizada dentro dos limites da freguesia de Loriga.

Dista 98 Km de Coimbra, 67 Km da Guarda e 45 Km de Viseu. É servida principalmente pela Nacional 17 e Nacional 231, que permitem uma ligação à A25, A24 e IP3.

O clima do concelho é temperado, com temperaturas moderadas no Verão e frio no Inverno, com temperaturas muito baixas e ocorrências de neve, por vezes abundantes, nas partes mais elevadas da Serra da Estrela. Quanto ao regime de precipitações, há uma pequena estação seca, que compreende os meses de Verão de Julho e Agosto.

Fonte: Wikipedia

A Etapa por Joaquim Gomes

Classificação da 9º Etapa:

Classificação da Etapa 9_Geral Individual

Classificação da Etapa 9_Montanha

Classificação da Etapa 9_Pontos

Classificação da Etapa 9_Equipas

Após este etapa, ficamos com a seguinte classificação final:

Classificação da Geral Indivual_Etp9

Classificação da Montanha_Juventude_Etp9

Classificação da Pontos_Etp9

Classificação da Equipas_Etp9


h1

Etapa 8 – Gondomar – Aveiro (166.10KM)

14 de Agosto de 2009

Etapa que serve de despedida ao Distrito do Porto, tem de extensão 166.10Km,  percorre a partir de Espinho uma beira Litoral, vamos conhecer as cidades que acolhem esta etapa da volta:

Gondomar

Igreja de Gondomar

Igreja de Gondomar

Gondomar é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito do Porto, região Norte e subregião do Grande Porto, com cerca de 25 700 habitantes.

É sede de um município com 133,26 km² de área e 173 910 habitantes (2008), subdividido em 12 freguesias. O município é limitado a nordeste pelos municípios de Valongo e Paredes, a sueste por Penafiel e Castelo de Paiva, a sul por Arouca e Santa Maria da Feira, a sudoeste por Vila Nova de Gaia, a oeste pelo Porto e a noroeste pela Maia.

Possuí quatro escolas secundárias públicas e duas privadas.

A Escola Secundária de Gondomar na freguesia de São Cosme, a Secundária de Rio Tinto na freguesia de Rio Tinto, a Escola Secundária de S. Pedro da Cova na freguesia de São Pedro da Cova e a Escola Secundária de Valbom na freguesia de Valbom.

Actualmente e desde 1993 o presidente da Câmara Municipal é Valentim Loureiro.

Gondomar, o seu nome tem ressonâncias históricas. Vários achados revelam as velhas raízes da vivência humana neste local desde a pré-história. A exploração das minas de ouro nas regiões próximas e a posição estratégica do “Crasto” comprovam a permanência dos Romanos nestas terras. Entre outras versões, a denominação “Gondomar” é atribuída ao rei visigodo Gundemaro que, em 610 teria aqui fundado um couto. Apesar de não haver vestígios dos cavaleiros visigóticos, Gondomar recebeu o primeiro foral em 1193, de D. Sancho I que, mais tarde, foi confirmado pelo rei D. Afonso II através das Inquirições. O Monarca “fez honra de Gondomar” a D. Soeiro Reymondo, que aqui tinha um solar.

No reinado de D. Manuel I é outorgado o segundo foral ao “Município de Gondomar”, em 1515. Também estas férteis terras foram doadas a D. Margarida de Vilhena, concedendo-lhes direitos de renda, foros, etc.

Nos séculos seguintes o “julgado de Gondomar” não enquadrou sempre as actuais freguesias. Ao longo dos anos diversas modificações do estatuto e demarcações de algumas localidades – Melres Rio Tinto, Lomba e São Pedro da Cova – fizeram variar a forma do concelho. Se bem que fossem integradas as referidas freguesias com todas as suas potencialidades, ao concelho já pertenceram Avintes – hoje ligada à cidade de Vila Nova de Gaia – e Campanhã – freguesia do Porto fronteiriça com os limites de Gondomar.

Data de 1868 a incorporação no concelho das freguesias de São Cosme, Valbom, Rio Tinto, , Fânzeres, São Pedro da Cova, Jovim, Foz do Sousa, Covelo, Medas, Melres e Lomba. Formalmente, só em 1927 a sede do concelho – São Cosme – foi confirmada como Vila de Gondomar, mediante pedido à presidência da República. Em 1985 foi promulgada a lei de criação da Freguesia de Baguim do Monte, em 1991 Gondomar ascente a cidade, o mesmo acontecendo com Rio Tinto, em 1995. Mais recentemente (Janeiro de 2005) Valbom ascende à categoria de cidade.

Fonte: Wikipedia

Aveiro

Canais da Cidade de Aveiro

Canais da Cidade de Aveiro

Aveiro é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Aveiro, na região Centro e pertencente à subregião do Baixo Vouga, com cerca de 55 291 habitantes.

Fica situada a cerca de 58 km a norte de Coimbra e a cerca de 68 km a sul do Porto, e é também a principal cidade da sub-região do Baixo Vouga com 398 467 habitantes, a sub-região mais populosa da região Centro e é também a segunda cidade mais populosa no Centro de Portugal, depois de Coimbra.

É sede de um município com 199,77 km² de área, subdividido em 14 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Murtosa (seja através da Ria de Aveiro, seja por terra), a nordeste por Albergaria-a-Velha, a leste por Águeda, a sul por Oliveira do Bairro, a sueste por Vagos e por Ílhavo (sendo os limites com este último concelho também feitos por terra e através da ria), e com uma faixa relativamente estreita de litoral no Oceano Atlântico, a oeste, através da freguesia de São Jacinto. É também um importante centro urbano, portuário, ferroviário, universitário e turístico.

Fonte: Wikipedia

A Etapa Por Joaquim Gomes

Classificação da Etapa:

Classificação da Etapa 7_Geral Individual

Classificação da Etapa 7_Montanha

Classificação da Etapa 7_Pontos

Classificação da Etapa 7_Equipas

A Classificação após a Etapa 7:

Classificação Geral Individual_Etp7

Classificação Montanha_Juventude_Etp7

Classificação Pontos_Etp7

Classificação Equipas_Etp7


h1

Etapa 7 – Póvoa de Varzim – São João da Madeira (161.80KM)

13 de Agosto de 2009

Uma etapa de extensão de 161.80Km  que tem belas paisagens através do Douro, vamos conhecer em detalhe as duas cidades:

Póvoa de Varzim

Póvoa de Varzim

Póvoa de Varzim

Póvoa de Varzim é uma cidade portuguesa do distrito do Porto, Região Norte e sub-região do Grande Porto. Situada numa planície costeira arenosa, a sul do Cabo de Santo André, a meio caminho entre os rios Minho e Douro, é povoada por 42 396 h na área urbana, num total de 63 470 h, segundo o censo de 2001. Em 2008 estimou-se que a população cresceu para 66 655 h. Embora a porção urbanizada esteja alargada, a sul, para Vila do Conde, havendo uns 100 000 habitantes na aglomeração urbana. Destacando-se também, segundo o Instituto Nacional de Estatística, como centralidade dos concelhos vizinhos de Vila do Conde e Esposende configurando-se assim como um dos pólos da região Norte.

As primeiras populações fixaram-se no seu território entre quatro a seis mil anos atrás. Por volta de 900 a.C., a instabilidade na região levou à fundação de uma cidade fortificada. O mar sempre teve primazia na sua cultura e economia, primitivamente através do comércio marítimo, depois com a pesca, levando a que adquirisse um foral em 1308 e, consequentemente, tornou-se no principal porto de pesca do Norte de Portugal em pleno século XVIII. O teor elevado de iodo nas suas águas e extensos areais, levam ainda, no mesmo século, a ser tornar num eminente centro balnear.

Cidade de feição contemporânea e bairros mais antigos, a Póvoa de Varzim desfruta de uma cozinha piscatória rica e mantém tradições antigas, tais como siglas poveiras ou masseiras. É uma das poucas zonas de jogo legal em Portugal e possui industrias têxtil e alimentar significativas.

Fonte: Wikipedia

São João da Madeira

Biblioteca São João da Madeira

Biblioteca São João da Madeira

São João da Madeira é uma cidade portuguesa da Grande Área Metropolitana do Porto, situada na região Norte e sub-região de Entre Douro e Vouga, com cerca de 21 102 habitantes (2001).

É sede do mais pequeno município português, possuindo apenas 8,11 km² de área, correspondendo à área da cidade, o que lhe confere uma elevada densidade populacional: 2601,97 hab/km².

O município é limitado a norte pelo município de Santa Maria da Feira e e em todas as outras direcções por Oliveira de Azeméis.

São João da Madeira é um dos cinco municípios de Portugal com uma única freguesia. Tornou-se um município autónomo da vizinha Oliveira de Azeméis em 11 de Outubro de 1926, tendo sido elevado ao estatuto de cidade em 28 de Junho de 1984, pela lei n.º 13/84.

São João da Madeira é neste momento uma cidade em transformação, pretendendo reassumir-se como o grande centro de toda a região norte de Aveiro. Este pequeno concelho sofre ainda hoje o paradigma da sua reduzida dimensão. O seu forte desenvolvimento na 2ª metade so Séc. XX, levou a que a área urbana da mesma ultrapassasse os seus reduzidos 8 km², levando a que freguesias de concelhos vizinhos vissem a sua população aumentar desmesuradamente. A sua verdadeira área urbana possuiu cerca de 40 mil habitantes, fruto da população de freguesias como Cucujães (11.000); São Roque (5.000); Milheirós de Poiares (4.000); Arrifana (8.000). Tornando esta cidade industrial um dos maiores e melhores centros urbanos de Portugal.

Recentemente aderiu à Associação Internacional de Cidades Educadoras.

Fonte: Wikipedia

A Etapa Por Joaquim Gomes

Classificação da 7ª Etapa 2

Classificação da Etapa 7_Geral Individual

Classificação da Etapa 7_Montanha

Classificação da Etapa 7_Pontos

Classificação da Etapa 7_Equipas

Classificação Geral após a 7ª Etapa:

Classificação Geral Individual_Etp_7

Classificação Montanha e Juventude_Etp_7

Classificação Pontos_Etp_7

Classificação Equipas_Etp_7

h1

Etapa 6 – Barcelos – Santo Tirso (174.60KM)

12 de Agosto de 2009

Uma etapa percorrida no Minho, com a extensão de 174.60Km, vamos conhecer as cidades envolvidas na partida e meta, respectivamente em detalhe:

Barcelos

Barcelos

Barcelos

Barcelos é uma cidade portuguesa no Distrito de Braga, região Norte e subregião do Cávado, com cerca de 20.625 habitantes.

É sede de um município com 378,70 km² de área e 122 096 habitantes (2001), subdividido em 89 freguesias (é o concelho com maior número de freguesias em todo o país). O município é limitado a norte pelos municípios de Viana do Castelo e Ponte de Lima, a leste por Vila Verde e por Braga, a sueste por Vila Nova de Famalicão, a sudoeste pela Póvoa de Varzim e a oeste por Esposende.

O ponto mais elevado do concelho situa-se no alto de S. Gonçalo, a 488 metros de altitude, na freguesia de Fragoso.

Concelho actualmente presidido por: Fernando Reis.

O concelho de Barcelos recebeu foral de D. Afonso Henriques em 1140.

Fonte: Wikipedia

Santo Tirso

Santo Tirso - Rio Ave

Santo Tirso - Rio Ave

Santo Tirso é uma cidade portuguesa pertencente à Região Norte do Distrito do Porto e à subregião do Grande Porto, tendo cerca de 14 000 habitantes.

Santo Tirso é a sede do município que tem, no seu conjunto, 135,31 km² de área e 72 396 habitantes ( dados de 2001). É subdividido em 24 freguesias, sendo limitado a norte pelos municípios de Vila Nova de Famalicão e de Guimarães, a nordeste por Vizela, a leste por Lousada, a sueste por Paços de Ferreira, a sul por Valongo, a sudoeste pela Maia e a oeste pela Trofa.

O Santo Padroeiro é São Bento e é festejado anualmente no dia 11 de Julho, sendo por isso o feriado municipal. Uma das grandes padroeiras desta cidade é também Nossa Senhora da Assunção que tem um bonito “cartão de visita” na forma de um monte. No seu cume ergue-se uma imponente capela.

Santo Tirso tem ainda uma excelente doçaria tradicional, sendo produzidos em uma das mais antigas pastelarias os saborosos e inesquecíveis Jesuítas. Existe uma grande variedade de restaurantes de cozinha tradicional podendo-se encontrar com facilidade para quem quiser degustar a tradição Tirsense, Nortenha e Portuguesa.

Até 1834 constituiu o couto de Santo Tirso que era composto pelas freguesias de Santo Tirso, São Miguel do Couto e Santa Cristina do Couto. Até 1998 o actual concelho da Trofa esteve integrado no de Santo Tirso, que era por isso um dos 10 mais populosos do país.

Outro importante pólo concelhio é a Vila das Aves.Esta cidade está centrada entre a Cidade de Braga que dista 25kms, a 25 Kms da Cidade Invicta do Porto e a 25 Kms da Póvoa de Varzim. O ponto mais alto do concelho situa-se no Alto de S. Jorge, na freguesia de Refojos com 532 metros de altitude. O perímetro actual do concelho é de 69 km.

Fonte: Wikipedia

A Etapa por Joaquim Gomes:

A Etapa Por Joaquim Gomes

Ficamos com a Classificação da 6ª Etapa da Volta:

Classificação da Etapa 6_Geral Individual

Classificação da Etapa 6_Montanha

Classificação da Etapa 6_Pontos

Classificação da Etapa 6_Equipas

Após esta 6ª Etapa ficamos com as seguintes classificações:

Classificação Geral Individual_Etp_6

Classificação Montanha e Juventude_Etp_6

Classificação Pontos_Etp_6

Classificação Equipas_Etp_6

h1

Etapa 5 – Felgueiras – Fafe (184.6KM)

11 de Agosto de 2009

Esta etapa, que tem de extensão 184.60 Km é uma etapa que anda a volta de um grande distrito vizinho, o Distrito do Porto, mas vamos conhecer mais em detalhe as cidades envolvidas:

Felgueiras

Mosteiro do Bom Jesus de Barrosas - Felgueiras

Mosteiro do Bom Jesus de Barrosas - Felgueiras

Felgueiras é uma cidade portuguesa no Distrito do Porto, região Norte e subregião do Tâmega, com cerca de 15.525 habitantes, inserida na freguesia de Margaride. É sede de um município com 115,62 km² de área e 58 922 habitantes (2006), subdividido em 32 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Fafe, a nordeste por Celorico de Basto, a sueste por Amarante, a sudoeste por Lousada e a noroeste por Vizela e Guimarães.

Existem duas cidades englobadas no municipio: Felgueiras e Lixa.

A primeira referência histórica a Felgueiras data de 959, no testamento de Mumadona Dias, quando é citada para identificar a vila de Moure: “In Felgaria Rubeans villa de Mauri”. Felgueiras deriva do termo felgaria, que significa terreno coberto de fetos que, quando secos, são avermelhados (rubeans). Havendo quem afirme que o determinativo Rubeans se deve a que o local foi calcinado pelo fogo. Este município integra a Rota do Românico do Vale do Sousa.

Existem historiadores que afirmam que Felgueiras recebeu foral do conde D. Henrique. No entanto, apenas se conhece o foral de D. Manuel a 15 de Outubro de 1514. No entanto, já em 1220, a terra de Felgueiras contava com 20 paróquias (conhecidas hoje em dia como freguesias) e vários mosteiros e igrejas. Em 1855, ao ser transformada em comarca, Felgueiras ganhou mais doze freguesias.

Em 13 de Julho de 1990 Felgueiras foi elevada à categoria de cidade.

Fonte: Wikipedia

Fafe

Monumento à Justiça de Fafe

Monumento à Justiça de Fafe

Fafe é uma cidade portuguesa no Distrito de Braga, Região Norte e subregião do Ave, com cerca de 14 144 habitantes.

É sede de um município com 218,87 km² de área e 52 757 habitantes (2006), subdividido em 36 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho, a leste por Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, a sul por Felgueiras e a oeste por Guimarães. É banhado pelo Rio Vizela. O ponto mais alto do concelho situa-se no Alto de Morgaír, na freguesia de Gontim, com 894 metros de altitude.

Até 1840 o concelho tinha a designação de Montelongo ou Monte Longo.

Fonte: Wikipedia

Etapa por Joaquim Gomes

http://videos.sapo.pt/I9zu4jglrLT2WLEvhDRi

A Classificação da Etapa foi a Seguinte:

Classificação da Etapa 5_Geral Individual

Classificação da Etapa 5_Montanha

Classificação da Etapa 5_Pontos

Classificação da Etapa 5_Equipas

Após esta Etapa ficamos com a seguintes Classificações:

Classificação Geral Individual_Etp5

Classificação Geral_Montanha_Juventude_Etp5

Classificação Geral Pontos_Etp5

Classificação Geral Equipas_Etp5

h1

Etapa 4 – Trancoso – Mondim de Basto (Senhora da Graça) (158.10KM)

9 de Agosto de 2009

Esta Etapa é uma etapa de montanha por excelência, tem de extensão 158,10Km, sendo que é uma meta clássica nas edições da Volta, mas vamos conhecer em detalhe as cidades, envolvidas na etapa:

Trancoso

Trancoso

Trancoso

Trancoso é uma cidade portuguesa, pertencente ao Distrito da Guarda, região Centro e subregião da Beira Interior Norte, com cerca de 3 500 habitantes.

Foi elevada a cidade em 9 de Dezembro de 2004.

É sede de um município com 364,54 km² de área e 10 889 habitantes (2001), subdividido em 29 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Penedono, a nordeste por Meda, a leste por Pinhel, a sul por Celorico da Beira, a sudoeste por Fornos de Algodres, a oeste por Aguiar da Beira e a noroeste por Sernancelhe.

O principal centro ferroviário do município fica em Vila Franca das Naves-Trancoso, na linha da Beira Alta.

Trancoso encontra-se hoje rodeada de muralhas, da época dionisiana, com um belo castelo, também medieval, a coroar esse majestoso conjunto fortificado.

Com os seus numerosos monumentos, da arquitectura civil e religiosa, constitui um dos mais expressivos e belos centros históricos do país, visitado anualmente por muitos milhares de pessoas. Destacam-se, entre todos, as igrejas paroquiais de Santa Maria e de São Pedro, a Casa dos Arcos, do século XVI, a igreja da Misericórdia, a Casa do Gato Preto (um curioso edifício do antigo bairro judaico), e o Pelourinho, bela peça do mais puro estilo manuelino. Não esquecendo a antiguidade, porém, Trancoso mantêm traços medievais no centro histórico quase inalteráveis, sendo no exterior um meio urbano já moderno e planeado.

Nesta cidade nasceram também o profeta e sapateiro Gonçalo Anes Bandarra e o Padre Francisco Costa.

Aqui se travaram importantes batalhas, entre as quais a de Trancoso, em 1385, num planalto a poucos quilómetros do centro histórico, que impôs pesada derrota às tropas invasoras e que antecipou o resultado da batalha de Aljubarrota.

Trancoso foi elevada a cidade em 9 de Dezembro de 2004.

Fonte: Wikipedia

Mondim de Basto

Alto Senhora da Graça

Alto Senhora da Graça

Mondim de Basto é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Vila Real, região Norte e sub-região do Ave, com cerca de 8 500 habitantes.

É sede de um município com 171,87 km² de área e 8 574 habitantes (2001), subdividido em 8 freguesias. O município é limitado a nordeste pelo município de Ribeira de Pena, a sueste por Vila Real, a sudoeste por Amarante, a oeste por Celorico de Basto e a noroeste por Cabeceiras de Basto.

Juntamente com os concelhos de Celorico de Basto, Cabeceiras de Basto e Ribeira de Pena, forma a unidade regional historicamente conhecida como Terras de Basto.

Vila e sede de concelho, Mondim de Basto repousa numa chã fértil na margem esquerda do rio Tâmega e no sopé da grandiosa pirâmide verde do Monte Farinha, coroado pela ermida da Senhora da Graça.

A freguesia da sede de concelho tem como limites territoriais os das freguesias de Atei, Vilar de Ferreiros, Ermelo e Paradança. A ela pertencem os lugares de Bouça, Campos (parte), Carrazedo, Mogo, Montão, Pedravedra, Senhor da Ponte e Vilar de Viando. Da vila de Mondim de Basto se diz que é a “Sintra de Trás-os-Montes”.

Fonte: Wikipedia

A Etapa por Joaquim Gomes

Podemos agora ver a classificação da etapa:

Classificação Etapa_4

Após esta Etapa ficamos com as seguintes classificações:

Classificação Geral Individual_Etapa 4

Classificação Juventude e Montanha_Etapa 4

Classificação Pontos_Etapa 4

Classificação Equipas_Etapa 4